FIESA

Esculturas temporárias, que chegam aos 12 metros, nada têm de inesperado. E se disser que as obras de arte do FIESA são feitas de areia e duram quatro meses?

Consegui captar-vos a atenção? Óptimo. Porque este sul que descubro aos poucos é surpreendente. Vamos lá aos factos.

Facto: o Festival Internacional de Esculturas em Areia (FIESA) nasceu em 2003, foi crescendo em tamanho e ambição, cada ano com um tema diferente. Instalado nos arredores de Albufeira, no Algarve, o recinto fica a cerca de 60 km de Faro. Facto: Diz a organização que se trata do maior evento do género no mundo, considerando a quantidade de areia utilizada (40 toneladas).

Facto: Os escultores convidados são cerca de meia centena e vêm de vários pontos do globo, da Síria ao Brasil, da Rússia ao Canadá, passando pela Turquia, a República Checa e muitos outros países europeus.

Facto: A exposição demora oito semanas a ser preparada. Trata-se de juntar, molhar e compactar areia, que deve ser o mais fina possível e não ter sofrido erosão (não me perguntem como é que se verifica isso), para durar mais tempo.

Deixemos o árido mundo dos factos para nos assombrarmos com esta arte, que ocupa um espaço exterior – ou seja, as esculturas de areia estão sujeitas à chuva e ao vento – de 15 mil metros quadrados.

O tema do FIESA em 2013 foi a música. Para criar o ambiente certo, a cidade de areia tem grandes colunas em sítios estratégicos, que espalham uma melodia de fundo perfeita. Mas as esculturas logo remetem a banda sonora para uma nota de rodapé mental, porque entramos numa dimensão puramente visual. Acreditem que as fotografias não fazem jus ao trabalho dos escultores.

Nesta dimensão, o Fred Astaire surge ao lado da Carmen Miranda e o bizarro mundo das óperas de Wagner compete com os deuses gregos da música. Nesta dimensão há lugar para a expressão religiosa da música (gostei particularmente do espaço dedicado à música hindu) e para os musicais da Broadway, sem esquecer os grandes ícones mundiais.

Lá está o Ray Charles e a Madonna, o Freddy Mercury e o Luciano Pavarotti, o rei Elvis Presley e o Bono Vox, os irreverentes Rolling Stones e os míticos Beatles. E ainda The Wall dos Pink Floyd, o Michael Jackson e o Jimmy Hendrix, Miss Hot Legs e outros fenómenos mais recentes como a Beyoncé, a Shakira, a falecida Amy Winehouse, o Tupac e até o Justin Bieber.

Cantores pop e música do mundo no FIESA
Amy Winehouse e Justin Bieber (cima, esq.), o rapper Tupac (baixo, esq.), a música japonesa e de raiz hindu em areia

Os escultores são muito democráticos, inspiram-se em todos os géneros musicais e até deixam um cantinho para os filmes de animação e para a rádio portuguesa, onde o refrão de “Grândola, Vila Morena” nos lembra a força da música de intervenção.

Duas horas depois, emergimos deste mundo feito de partituras e instrumentos musicais. Antes de regressarmos a casa, ainda há tempo para votar nas nossas esculturas favoritas e nos refrescarmos no Sandy Bar, com um colorido granizado.

Entretanto, no Verão de 2018, o tema foi “Maravilhas do Mundo”, antigo e moderno. Imagino que rendeu lindas esculturas. Alguém visitou? Se está no Algarve, aproveite para conhecer um pouco melhor a costa algarvia: As 3 praias mais bonitas do Algarve

Site do Festival:  aqui | Preço do bilhete: 9,90€ (adulto) e 4,90€ (crianças dos 6-12 anos) – valores de 2018

Leia também Algarve com crianças: 10 programas divertidos

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  BookingÉ onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a Iati seguros (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados

Partilhar
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

22 Comentários

  1. ✿ chica

    Que maravilha de passeio e que belas e enormes esculturas! valeu! Linda semana,bjs, chica

  2. Dulce Morais

    Ruthia,
    Gosto muito da arte sob todas as formas e tenho uma admiração especial pelos artistas que criam obras sabendo que vão ser efémeras.
    Adorei esta publicação! Muito original!
    Beijinho e bom domingo!

  3. Clara Lúcia

    Que lindo, Ruthia!!!
    Artistas temporários… eternizados pelas fotos! Maravilhoso!
    E texto delicioso de ler, como sempre!

    Uma linda semana, querida!
    Beijos

  4. Adriana

    sensacional, pena que não vi os ícones brasileiros como Tom Jobim, Vinícios, Caetano, Chico Buarque, Maria Bethania, Gal Costa…. deve ser um passeio de dia inteiro!!! bjs desejando ótima semana
    tititi da dri

    1. Ruthia

      Dri, brasileiros só um dos escultores convidados e a Carmen Miranda. Mas nesse ponto, também os clássicos musicais portugueses ficaram esquecidos (nem um para a amostra). Mas liberdade artística é isso mesmo, são os escultores que escolhem como querem tratar o tema!
      Beijinho, boa semana

  5. SIMONE PRADO

    Que privilégio poder ver essas obras maravilhosas. Aarte seja de qual forma for é deslumbrante, o artista encontra meios que nos deixa de boca aberta pra demostrar seus talentos…amei a matéria. PARABÉNS e obrigada por suas visitas e seus comentários que muito me fazem feliz. bjos.

  6. Zilani Célia

    OI RUTHIA!
    LINDÍSSIMAS E COM A BREVIDADE DO QUE É ESPECIAL…
    TAMBÉM ESTÁS MUITO BONITA NAS FOTOS, PARABÉNS.
    ABRÇS

  7. M.

    Belas esculturas, expressivas e cheias de pormenor, e bela menina em azul!!!
    P.S.1: Sim, vieiras e tamboril congelados.
    P.S.2: Espero que já estejam todos sem gripe 😉

    1. Ruthia

      M, a semana vai de mal a pior. O marido continua com uma gripe de caixão à cova e o que pensávamos ser contágio (filhote) revelou-se uma otite horrível. Eu, ainda não totalmente refeita, tenho duas "crianças" em casa para mimar e tratar 🙁

  8. Carlos Hamilton

    Que maravilha!
    De areia? Quanta sensibilidade.
    Gostei demais.

    Abraços

    1. Ruthia

      É verdade, Carlos. Tudo feito de areia e com detalhes perfeitos. Tirei dezenas de fotos, mas as imagens não conseguem transmitir a maravilha destas esculturas. Precisaria de uma técnica fotográfica melhor do que a que tenho 🙂
      Abraço

  9. Toninha Borges

    Lindo lindo.
    Me encantei…
    Abraço,
    Toninha

  10. Sissym Mascarenhas

    Ruthia, os trabalhos são muito bacanas.

    Outro dia, na praia, minha filha observou um castelo meio que desmoronando. Ele está lá tem meses, senão anos. A maior parte parece ser feita de cimento, porque com chuva e ventania quase nada despenca.

    Beijos

  11. Anne Lieri

    Que interessante esse trabalho!Esculturas muito lindas,perfeitas e que grandes artistas,não é mesmo?Adorei conhecer!bjs,

  12. Stephanie

    Ruthinha, como está seu pequenino?! Espero que melhor ;D
    Nossa, são perfeitas demais essas esculturas. Parecem feitas assim na hora rs!!
    Ótima semana querida ^^
    Beijos Té

  13. Toninha Borges

    Olá amiga tb estou te seguindo depois envie o link pra mim onde vc publicou não encontrei.
    Bju
    Toninha

  14. Luconi Marcia Maria

    Que beleza de postagem, eu simplesmente adoro este tipo de escultura, nossa todas lindas apesar que eu me apaixonei pela segunda escultura da postagem, todas belas mas esta por mim ganha qualquer prêmio, beijos e obrigada por compartilhar, delicia passear por aqui, Luconi

  15. Andrea

    É sem dúvida um lugar fascinante. Também recomendo a visita.

  16. Jussara Neves Rezende

    Fan-tás-ti-cas esculturas! E a disposição de quem se dedica a elas apesar da brevidade de sua duração! Amei!

  17. Toninho

    Ja tinha lido e ou visto estas esculturas em areia, era motivo natalino.
    Uma arte bela ainda que de vida curta.
    Voce registrou belas imagens.
    Valeu.
    Grato pelo convite que me permitiu conhecer mais uma boa pagina na blogosfera, para compartilhar.
    Meu abraço.

  18. Marta Iansen

    Sou fascinada pelas esculturas de areia, assim como pelas de gelo. Tão belas, mas tão efêmeras… (Nada contra o mármore, é claro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

JPG_1606302493785

Ruthia Portelinha

Viajante, chocólatra, leitora compulsiva, mãe. Está a aprender chinês porque sim.

Posts Populares
Fundador da ABVP
Viagens de uma Vida
Livro viagens de uma vida
Viagem de grupo a Marrocos

7 dias em Marrocos 430 euros
Marrakech até Deserto do Saara
>> Viagem de Grupo Marrocos <<