The Irish House Party: música tradicional irlandesa

Já ouviu dizer que a música tradicional irlandesa simboliza o espírito deste povo? E que a Irlanda é conhecida como a “ilha da música”? Fomos conhecer melhor esta forma de arte

A Irlanda mantém orgulhosas tradições ligadas à música e à dança. Em qualquer pub que entremos para desfrutar de uma Guiness, provavelmente, ouviremos (boa) música. E a música tradicional está tão entranhada nos corações como na história: descobriu-se uma flauta de madeira no Condado de Wicklow que remonta à Idade da Pedra.

A música tradicional irlandesa é uma experiência de corpo inteiro: os tempos obrigam-nos a dançar um jig, a bater palmas, a participar, a divertirmo-nos (have a craic). O paradoxo faz parte do seu encanto: o ritmo é alegre, mesmo que os temas sejam maioritariamente melancólicos.

Existem várias formas de desfrutar da música e dança tradicional durante uma visita à República da Irlanda. Pode ter a sorte da sua viagem coincidir com grandes eventos como o Temple Bar Trad Fest ou o All-Ireland Fleadh, uma espécie de Olimpíadas da música tradicional, que junta músicos irlandeses de todo o mundo.

Para além disso, existem espectáculos formais do género Riverdance (normalmente apresentam-se no teatro Gaiety, em Dublin), e experiências mais intimistas.

 

The irish house party

caminho para a sala de espectáculos

The Irish House Party

Há muitos espectáculos de música tradicional em Dublin que incluem jantar, ainda que nem todos aceitem crianças pequenas. Uns servem a comida enquanto se assiste à apresentação ao vivo. Noutros, os convidados são levados até ao espaço do show só depois da refeição. Embora a comida irlandesa não seja a melhor do mundo, há alguns pratos tradicionais – como a carne guisada com Guiness – que vale a pena conhecer.

Nós escolhemos o espectáculo com jantar da The Irish House Party, que acontece todas as noites num edifício georgiano do século XVIII, a 10 minutos do centro da cidade.

Organizado por músicos, dançarinos e apresentadores da All Ireland, o espectáculo não só tem sido classificado como uma das melhores coisas para se fazer em Dublin, como recebeu elogios de alguns famosos (como o poeta Seamus Heaney e o escritor executivo do CSI Miami).

Nós chegámos no autocarro nº 7 (podem apanhar este ou o 7A na Nassau Street, junto à Trinity College) e encontrámos a sala cheia. O jantar de três pratos começou pontualmente às 19h00.

Eu comi uma salada, seguida de um prato de salmão com molho de caju e de um brownie de chocolate com gelado, como sobremesa. Existem alternativas para vegetarianos ou intolerantes ao glúten, por exemplo, e também menus infantis, ainda que pouco variados.

 

o espectáculo incluiu jantar

 

O espectáculo

O melhor aconteceu depois do jantar, com o espectáculo de música e dança irlandesa num ambiente acolhedor, ao qual acedemos através do pub do hotel Lansdowne.

Quatro músicos subiram ao palco, apresentando várias melodias acompanhadas por alguns dos instrumentos mais típicos. Foi o caso da Irish flute, com o seu som “amadeirado”, da gaita-de-foles irlandesa, da viola e do bodhrán, o instrumento de percussão responsável pelo ritmo vibrante desta música tradicional.

Em alguns momentos, a protagonista foi a gaita-de-foles irlandesa ou Uilleann Pipe – gaita do “cotovelo” porque o fole fica debaixo do braço – instrumento que produz uma música declarada Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2017.

A bailarina abrilhantou outros momentos com os seus passos de dança, incluindo a dança da vassoura, sob o incentivo entusiástico do público (muitos de vocês tiveram oportunidade de assistir a algumas passagens nos stories do Instagram).

Uma nota especial para o vocalista que fechou a noite com muito humor, interpretando uma canção sobre um pobre guitarrista a quem todos pediam músicas do Bob Dylan. Em resumo, a noite foi uma alegre introdução ao legado literário e musical da Irlanda, misturando lazer e aprendizagem.

 

solo de gaita-de-foles

Um tocador premiado faz o solo de Uilleann Pipe.

 

The Irish House Party site
Morada: The Lansdowne Hotel – 27 Pembroke Road  – Dublin 4.
Preço do jantar e espectáculo: 50€ (adulto), 25€ (até aos 16 anos). Só espectáculo: 25€ (adulto), 12€ (até 16 anos)

 

Nota: assistimos ao espectáculo a convite da Irish House Party, a quem agradecemos a cortesia. Como sempre, as opiniões transmitidas neste post são pessoais e sinceras.

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  Booking. É onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a IATI (beneficia de 5% de desconto com este link).
  • Poupe em taxas bancárias, fazendo pagamentos seguros em qualquer parte do mundo com o cartão Revolut (usando este link não paga o envio do cartão)

Este post pode conter links de afiliados

2019-07-31T07:25:12+00:00

22 Comments

  1. Fernanda Souza 28 Julho, 2019 em 18:37 - Responder

    Estou adorando essa série da Irlanda. É um dos destinos que estão na minha lista para voltar. Particularmente adoro a música tradicional irlandesa, acho super alegre. Já anotei a dica de conhecer a Irish House Party.

    • Ruthia 28 Julho, 2019 em 20:32 - Responder

      Eu tento sempre incluir um programa que permita ao meu filho “experimentar” a cultura local. Torna as viagens mais significativas

  2. Juliana 28 Julho, 2019 em 22:09 - Responder

    Adorei sua experiência! Só de ouvir/ler alguém comentar sobre musica tradicional irlandesa, já começo a me animar toda por dentro. Realmente é um estilo muito divertido e o som já passa pela minha cabeça enquanto fui lendo aqui.

  3. elvira carvalho 28 Julho, 2019 em 23:20 - Responder

    Gostei de acompanhar o passeio.
    Abraço

  4. Martinha 29 Julho, 2019 em 9:25 - Responder

    Amei a experiência!! Já quero conhecer a Irish House Party. A Cultura irlandesa é incrível e super animada, é ouvir a música e já sair mexendo o pézinho sem parar. Necessito voltar a Irlanda Ugente!! =)

    • Ruthia 29 Julho, 2019 em 10:52 - Responder

      É mesmo contagiante. Os pés ganham vida própria 🙂

  5. Andrea 29 Julho, 2019 em 20:47 - Responder

    Que experiência bacana, eu sabia da forte ligação da Irlanda com a cerveja, mas desconhecia a parte musical além do U2. Como aceitam criança vou querer conhecer este lugar.

  6. Natalia Itabayana 29 Julho, 2019 em 21:19 - Responder

    Excelente essa dica! Adoro música e essa possibilidade de ter o jantar junto é sensacional! Adorei que tem opção vegetariana no menu, dica preciosa pra mim!

    • Ruthia 30 Julho, 2019 em 11:18 - Responder

      Felizmente os destinos estão mais atentos a essa questão alimentar, porque o número de vegetarianos tem crescido exponencialmente. Outro detalhe importante para quem viaja com filhos é confirmar se aceitam crianças nos espectáculos.

  7. Gabriela Torrezani 30 Julho, 2019 em 0:51 - Responder

    Adorei ler sua experiência no The Irish House Party, é o tipo de espetáculo que me atrai demais! Já estou louca para ir também, Dublin está na nossa lista! 😀

  8. Paula Augot 30 Julho, 2019 em 5:59 - Responder

    Eu acho a dança linda! Toda vez que vejo as pessoas dançando dança irlandesa eu fico sempre admirando

  9. Francisco Oliveira 30 Julho, 2019 em 8:14 - Responder

    Adoro a musica e dança irlandesa, aproveito para desejar à minha amiga uma boa semana.

  10. Angela C S Anna 30 Julho, 2019 em 10:28 - Responder

    gente, vou pesquisar mais sobre essa dança da vassoura pq eu fiquei bem curiosa ahueahe eu so vi os passinhos normais ai do sapateado em filmes e acho uma graça, parece bem dificil!

  11. Mariazita 30 Julho, 2019 em 18:26 - Responder

    Estou de regresso, ou antes, estou no intervalo das férias 😊
    Depois de todos aqueles afazeres (enfadonhos!!!) de quando se regressa, tenho agora um tempinho para visitar as amigas e amigos que tiveram a gentileza de ir comentar o meu último post.

    Gostei imenso desta postagem!
    Não conheço a Irlanda, por isso “bebi” cada palavra que escreveste.
    Gosto imenso das danças irlandesas, e a música, é maravilhosa.
    Há uma cantora irlandesa, Loreena McKennitt , que adoro ouvir cantar. Então “O inferno de Dante”, cantado por ela, é espectacular”!

    No próximo dia 01 de Agosto não haverá NANDA, Afinal, a pobrezita também precisa de férias, não é verdade? Fui ao baú e desencantei de lá um conto que vou publicar. Penso que te vai agradar…

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    • Ruthia 31 Julho, 2019 em 6:53 - Responder

      Vou procurar a Loreena McKennitt no youtube. Obrigada pela dica.
      Continuação de boas férias

  12. Maria 31 Julho, 2019 em 6:07 - Responder

    Eu tenho uma ligação muito forte com a música. E, esse ritmo contagiante da música tradicional irlandesa me atrai bastante. Gostaria de visitar o país na ocasião de algum dos eventos.

  13. Isabel Sá 31 Julho, 2019 em 9:17 - Responder

    Essa comidinha já ia!

  14. Mariazita 2 Agosto, 2019 em 17:21 - Responder

    Ruthia, querida, grata pelas tuas palavras na minha “CASA”.
    Fiquei muito feliz por teres gostado. A “humidade ocular” encanta-me (ficas com os olhos mais bonitos…😍)
    Não esqueças a “Lorena”. Penso que vais gostar. Eu gosto muito…

    Desejo bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

  15. Murilo Pagani 6 Agosto, 2019 em 21:32 - Responder

    Uaaau! Adorei essa dica de lugar para ouvir música tradicional irlandesa!

    Me pareceu super intimista, né?!

    Sem dúvida o The Irish House Party entraria para o meu roteiro!

    Abração

  16. Lulu Freitas 7 Agosto, 2019 em 15:36 - Responder

    Adorei a dica da Irish House Party!! A música e dança são sem dúvidas contagiantes!!! Me senti com você lá e fui correndo ver os vídeos no Instagram rsrs Como você disse, a música faz parte da alma irlandesa. Que povo alegre!

  17. ana paula 8 Agosto, 2019 em 23:34 - Responder

    Não sabia que a Irlanda era conhecida como a “ilha da música” , deve ser bem maravilhoso conhecer a cultura local com música

  18. Diego Cabraitz Arena 9 Agosto, 2019 em 23:50 - Responder

    Que bacana esse lugar! Um passeio bem diferente conferir musica tipica da Irlanda.
    Iria com certeza !

Deixe o seu comentário