Irlanda com crianças: a ilha esmeralda em família

Paisagens mágicas, duendes e fadas, museus interactivos, rebanhos a interromper o trânsito. A Irlanda é um país incrível para explorar em família. Se pretende visitar a ilha esmeralda com as crianças, leia este post até ao fim

A Irlanda é encantadora. Soma às paisagens emocionantes, cultura, música e gente afável. Achei o país muito child friendly, tanto a capital como outros pontos da ilha, incluindo a Irlanda do Norte que, diga-se, não faz sentido pertencer ao Reino Unido, pelo menos de um ponto de vista geográfico.

Pensando nas famílias que pretendem visitar a Irlanda com filhos pequenos, deixo algumas dicas gerais. De seguida, apresento algumas sugestões de programas divertidos para os miúdos, tanto em Dublin, como longe da capital.

Porque a Irlanda genuína se encontra nas vilas mais pequenas, nos caminhos apertados, congestionados de ovelhas ou cabras. Ainda que a ilha seja relativamente pequena, os séculos de história e a linda costa multiplicam as opções de passeios. Portanto se viajam com crianças, especialmente daquelas que não gostam de longas jornadas de carro, concentrem-se numa ou duas regiões.

 

Partida, largada, fugida

Primeiro ponto. Incluam casacos e impermeáveis para as crianças na mala, mesmo no Verão. Chamam à Irlanda Emerald Isle por algum motivo, sabem, verde… chuva. Isso mesmo. O tempo pode ser imprevisível.

Por acaso apanhámos dias agradavelmente amenos em Junho. Mas lembro-me de um dos guias dizer: that thing in the sky is something strange called sun. Last time we saw it was 83 years ago”. Se vão no Outono ou Inverno, recomendo mesmo galochas, para que pés molhados não estraguem a diversão.

Antes da viagem, porque não conhecer um pouco melhor a fascinante história da ilha? A Irlanda foi invadida muitas vezes: pelos celtas, depois pelos Vikings e mais tarde pelos normandos. Por isso tem tantos artefactos incríveis!

Infelizmente não encontrei livros infantis em português inspirados no imaginário irlandês (se conhecem algum, deixem nos comentários). Mas se as crianças já conhecem os rudimentos do inglês, recomendo o livro Great Irish Legends for Children, da Yvonne Carroll. Outra escolha interessante poderá ser Patrick of Ireland: The Boy Who Forgave (com versão áudio), sobre o famoso padroeiro.

 

Teatro viking

O pequeno explorador no cenário do viking em “Vault Live”

.

Programas infantis em Dublin

Provavelmente Dublin será o vosso ponto de entrada na Irlanda. A capital tem várias atracções que as crianças vão adorar (espreitem a tabela abaixo). Algumas são bastante consensuais, mas incluí outras, não tão óbvias, porque o meu “não tão pequeno explorador” já tem 11 anos e uma curiosidade gigante.

Aliás, acredito que os museus só são aborrecidos se não dermos qualquer enquadramento às crianças ou se as mantivermos ali demasiado tempo. Cada idade tem uma tolerância diferente a este tipo de programas. Vamos lá. Cliquem nos links para mais informações sobre horários e preços.

 

Atracção

Interior / exterior

Grátis para crianças

Biblioteca da Trinity College

AmbosSim (até 12 anos)
DubliniaInteriorNão (grátis com o Dublin Pass)
Museu de História NaturalInteriorSim
CasteloAmbosSim (até 12 anos)
Imaginosity Children MuseumInterior com terraçoNão
Guiness StorehouseInteriorSim (até 12 anos)
Vaults LiveInteriorNão (grátis com o Dublin Pass)
Kilmainham GaolInteriorNão
Leprechaun MuseumInteriorSim (até 12 anos)
Viking Splash TourVeículo abertoNão

.

Phoenix Park e outros espaços verdes

Dublin tem parques fantásticos. É o caso do St. Stephen’s Green, do St. Patrick’s Park (ao lado da catedral) e da Merrion Square, todos no coração da cidade. Para além de espaço para os miúdos correrem, possuem parques infantis com baloiços, escorregas, etc.

Um pouco desviado fica o gigante Phoenix Park, onde os veados circulam livremente. Trata-se do maior parque urbano da Europa, duas vezes maior que o Central Park em extensão. Criado em 1662 como Parque de Caça Real e aberto ao público em 1745, ali fica a residência oficial do Presidente, o jardim zoológico e outros edifícios históricos.

Fora do centro, o Bushy Park e o Marley Park estão entre os favoritos dos dublinenses para um piquenique, para as crianças brincarem ou visitarem os mercados de agricultores. O Marley Park tem um pequeno comboio!

 

Veados no Phoenix Park

Vault Live

Entre a Christchurch Cathedral e a Guinness Storehouse, numa antiga escola vitoriana, fica uma das mais recentes (e emocionantes) atracções de Dublin. Ao longo de 1 hora e quatro andares, os visitantes interagem com seis figuras infames da história da Irlanda.

Entre as personagens inclui-se uma juíza do século XIX de temperamento explosivo “if they blink, they are guilty”; um possante viking que morre de medo da mulher; um dos torturadores de Oliver Cromwell e o Drácula, que saltou das páginas do seu criador: o irlandês Bram Stoker.

O espectáculo termina com Molly Malone, a filha favorita de Dublin. Todas estas personagens, encarnadas por actores profissionais, têm algo em comum: são incapazes de guardar segredos.

Atenção: alguns cenários podem ser um pouco sombrios. O Pedro ficou intimidado com a irmã Brigid – que sabe uma coisa ou duas sobre curar doenças, com remédios naturais ou sobrenaturais – quando ela contou a lenda irlandesa da Banshee. Acabámos por saltar uma das salas (a do Drácula) por causa disso. Em suma, este programa pode não ser adequado a crianças pequenas.

 

eleno co Vault Live

Museus, museus e mais museus

A capital irlandesa tem imensos museus com entrada gratuita. É o caso do Museu de História Natural (os dublinenses chamam-lhe dead zoo), com esqueletos e espécimes empalhados de muitas espécies, a maioria do século passado.

As crianças até aos 12 anos também não pagam entrada na biblioteca da Trinity College, lar de muitos manuscritos importantes e do famoso Livro de Kells. A Long Room é impressionante por si só, mas particularmente emocionante para os fãs de Star Wars, porque inspirou os arquivos dos Jedi! (Será que esta fase Star Wars do Pedro passa?)

Outro museu engraçado para as crianças é o Leprechaun Museum, inspirado no folclore irlandês. A visita, na verdade a narrativa oral, transporta os visitantes ao “outro” mundo, lar de duendes e outras criaturas míticas. Mas só será giro se os miúdos já entenderem um pouco de inglês.

Por fim, a cidade possui um Museu da Cera, que poderão incluir no roteiro porque é pequeno, rápido de visitar e com entrada gratuita com o Dublin Pass. Nada de especial, mas com um pequeno labirinto de espelhos e uma secção de escritores irlandeses.

E porque nem só de duendes se fazem as viagens, podem incluir lugares não tão óbvios como a Guinness Storehouse (escrevi um post sobre esta visita, que podem ler aqui) e a antiga prisão Kilmainham Gaol. Evidentemente, esta visita dependerá da maturidade dos miúdos.

 

Museu da cera

Imaginosity

Um programa super divertido para crianças até aos 9 anos é a Imaginosity. Este espaço infantil fica fora do centro da cidade, mas é acessível através da linha verde do eléctrico. Este é um programa agradável para fazer em Dublin com crianças num dia de chuva.

Ali, os miúdos podem fazer de conta que estão ou trabalham num supermercado, que são médicos ou estrelas de rock. Podem conduzir um (tipo de) carro real, construir uma casa com tijolos de espuma ou fingir que trabalham nos correios. O espaço tem áreas de lazer para crianças com menos de 3 anos e um café agradável.

Dublinia e Viking Splash Tour

Duas atracções que celebram o passado viking da capital irlandesa. O espaço Dublinia fica no edifício anexo à Christchurch Cathedral. Não é um museu impressionante, mas a exposição dedicada aos vikings (no piso 1) é interessante, sobretudo se acompanhada por uma visita guiada. No final, vale a pena subir à torre e desfrutar de uma vista panorâmica sobre a cidade.

Não experimentámos o Viking Splash Tour, mas cruzámo-nos com ele na cidade e achámos engraçado. O passeio começa na cidade num carro anfíbio que depois mergulha no rio Liffey! Para além de estar focado no passado viking da cidade, os visitantes usam um capacete com chifres que faz as delícias dos miúdos.

Atenção: apenas crianças com mais de 2 anos de idade podem participar. Mas existem  outros passeios de barco na cidade. Algumas empresas operam ao longo do rio e outras vão até ao alto mar, o que proporciona uma vista diferente da baía de Dublin.

 

Dublinia

 

Longe de Dublin. As lindas paisagens da Irlanda

Como escrevi no início do post, a magia da Irlanda está longe da capital, nas suas paisagens marítimas e bucólicas. Por exemplo, dizem que uma das rotas mais cénicas do mundo é o Ring of Kerry. A sul (e não muito longe de Dublin), fica o Condado de Wicklow, com as suas montanhas e o maior dos parques nacionais irlandeses.

Se pernoitarem por lá este Verão, podem assistir a uma das peças de teatro ao ar livre que a Chapterhouse Theatre Company leva a alguns locais deslumbrantes da ilha. Só é preciso levar uma manta. Outros lugares onde a companhia apresenta alguns clássicos são Westmeath e Cork.

Cliffs of Moher (245 km de Dublin)

As famosas falésias de Moher são tão cliché quanto deslumbrantes. Este que é um dos destinos turísticos mais populares na Irlanda foi cenário de um filme do famoso feiticeiro (Harry Potter e o Príncipe Misterioso, na versão de português de Portugal).

Do seu pico, os penhascos caem mais de 120 metros (e mais de 300 milhões de anos) até ao oceano. Se o tempo permitir, é muito agradável uma caminhada em família. Mas tenham em conta que este é sempre um lugar muito ventoso: levem casacos e binóculos.

 

Crianças nas falésias de Moher

Tivemos a sorte de encontrar os voluntários da Birdwatch Ireland durante a nossa visita e conhecer algumas das 20 espécies de aves marinhas que residem nos penhascos. As falésias foram reconhecidas como uma área de protecção especial para aves e possuem uma incrível colónia de papagaios-do-mar.

Não deixem de visitar o Centro de Visitantes, com várias actividades interactivas para as crianças. Há até um vídeo que mostra um voo simulado nos penhascos e um mergulho subaquático. Ali existem casas de banho (atenção, algumas são mistas) e fraldários.

Giant’s Caseway – Irlanda do Norte (230 km de Dublin)

Embora a Irlanda do Norte seja apenas uma pequena parte da ilha, vale a pena visitar as suas paisagens belíssimas. Ali fica a Giant’s Causeway (calçada dos gigantes), a ponte Carrick-a-Rede e o Dark Hedges. Em breve escrevo um post mais detalhado sobre este passeio.

A Calçada dos Gigantes é um lugar ma-ra-vi-lho-so com mais de 40 mil colunas de basalto hexagonais interligadas. Basicamente um lugar gigante para as crianças escalarem! Evidentemente, é preciso algum cuidado para os miúdos não se espatifarem mas, pelo que vi, alguns adultos é que precisam de um puxão de orelhas (mania das selfies perigosas).

 

As lindas paisagens da Irlanda

 

Os cientistas dizem que a Calçada dos Gigantes é o resultado de um vulcão submarino. Mas quem tem crianças vai preferir a lenda irlandesa que diz que a calçada foi construída pelo gigante Finn McCool.

Não muito longe fica a pequena ilha Carrick-a-Rede, usada por pescadores de salmão. Foram eles que construíram uma ponte de corda suspensa, quase 30 metros acima do oceano. Atravessámos sem medos: foi uma aventura simpática e não tão aterradora como esperei. O Pedro adorou a experiência.

A ilha tem uma vista belíssima até à Escócia. E dali rumámos até ao Dark Edges, a estrada emoldurada por árvores fantasmagóricas popularizada pela série Game of Thrones. Ali perto fica uma pequena aldeia de fadas, que torna a visita encantadora para as crianças. Estivemos mais tempo ali, a abrir as minúsculas portas nas árvores, do que no cenário famoso.

Têm outras sugestões de passeios com crianças na Irlanda? Acrescentem nos comentários.

.

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  Booking. É onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a IATI (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados

2019-08-14T10:16:24+00:00

18 Comments

  1. Alessandra 3 Agosto, 2019 em 11:56 - Responder

    Adorei estas dicas sobre a Irlanda com crianças, apesar de não ter crianças, adorei os passeios. Obrigada por compartilhar.

  2. Victoria 3 Agosto, 2019 em 17:35 - Responder

    Nunca imaginei que a Irlanda tivesse tantas atrações para se fazer com crianças. Muito boa as informações e dicas de viagem!

  3. Polliana 3 Agosto, 2019 em 18:50 - Responder

    Estive na Irlanda há poucos meses e percebi isso… é uma programação para toda a família e com certeza uma excelente viagem para as crianças.

  4. Angelica Ribeiro 4 Agosto, 2019 em 21:13 - Responder

    Irlanda, Inglaterra e Escócia estão na nossa lista de desejos para os próximos anos, provavelmente em julho/2021. Tenho um filho de 8 anos e adorei as dicas de passeios com crianças. Post salvo nos favoritos! Obrigada.

    • Ruthia 5 Agosto, 2019 em 8:32 - Responder

      Já publiquei outros posts sobre Dublin que podem ajudar e em breve escrevo sobre os Cliffs of Moher e a Irlanda do Norte. É uma viagem linda

  5. Diego Cabraitz Arena 4 Agosto, 2019 em 22:31 - Responder

    Que bacana, parece que ele adorou o passeio eim! hahah
    São vários passeios legais para fazer com crianças que eu faria tranquilamente também. Adorei

    • Ruthia 5 Agosto, 2019 em 8:33 - Responder

      Os dois curtimos muito o país. Os programas que escolho por causa dele são, regra geral, muito divertidos para mim também 🙂

  6. Andrea 5 Agosto, 2019 em 21:30 - Responder

    A Irlanda é linda, e quantas opções para grandes e pequenos ficarem maravilhados. Adorei as dicas.

  7. Itamar Japa 6 Agosto, 2019 em 0:46 - Responder

    Muito legal, e o bom é que não é só a criança que se diverte nas atrações!

  8. Ana Carolina 7 Agosto, 2019 em 10:32 - Responder

    Nossa que roteiro incrível!! Vocês devem ter se divertido de montão na Irlanda heim?! Viajar com crianças é bom demais, eles se divertem e aprendem muito durante as viagens.

    • Ruthia 7 Agosto, 2019 em 10:35 - Responder

      Divertimo-nos sempre que viajamos os dois. O Pedro é um parceiro de aventuras maravilhoso. Mas a Irlanda foi realmente surpreendente!

  9. ana paula 7 Agosto, 2019 em 14:54 - Responder

    Essa ilha esmeralda parece um sonho.. realmente perfeita para crianças e crianças adulto como eu rs adorei!

  10. elvira carvalho 9 Agosto, 2019 em 22:54 - Responder

    Que belo passeio. Gostei de ver o jovem explorador. Está cada dia mais bonito.
    Abraço e bom domingo

  11. Paula Augot 12 Agosto, 2019 em 0:53 - Responder

    Phoenix Park e a Calçada dos gigantes foram as minhas favorita, qdo fui a calçada dos gigantes estava um vento tremendo mas fiquei impressionada mesmo com a beleza do lugar

  12. Murilo Pagani 20 Agosto, 2019 em 17:47 - Responder

    Adorei as dicas!

    Não conheço a Irlanda, e pensei que não seria um destino tãooo legal para criança.

    Mas pelo jeito elas conseuem aproveitar de montão!

    Abraço

  13. Marcela Marques 21 Agosto, 2019 em 11:55 - Responder

    Que delícia de viagem para fazer com crianças! A Irlanda está na minha lista faz tempo, vou ver se levo a família inteira para conhecer. Suas dicas vão ser muito úteis, mil vezes obrigada!

  14. Luciane 21 Agosto, 2019 em 20:01 - Responder

    Uma amiga está indo para a Irlanda ano que vem e ela estava super na dúvida sobre como seria a Irlanda com crianças, seu post com certeza irá ajudar muito.

  15. Cynara Vianna 22 Agosto, 2019 em 13:39 - Responder

    Que roteiro delícia para fazer com os filhos!!! Adorei. Nunca imaginei que na Irlanda tivesse tanta coisa interessante para uma viagem em família.

Deixe o seu comentário