criança na Universidade de Coimbra

Explorar a região de Coimbra com crianças? Claro que sim. A cidade dos estudantes (e arredores) tem muitos programas divertidos para toda a família

Se está a planear uns dias em Coimbra com crianças, chegou ao sítio certo. A cidade dos amores proibidos de Pedro e Inês, não é (apenas) uma lição de tradição, como diz o fado. Há imensas atracções para todas as idades não só na cidade banhada pelo rio Mondego, mas também nas redondezas.

Antes de viajar até esse destino cheio de história e estórias, inspire a imaginação dos miúdos com livros como O Amor de Pedro e Inês contado aos pequenotes ou Uma Aventura na Quinta das Lágrimas, para os mais crescidos. Existe ainda o itinerário ilustrado Coimbra, uma espécie de guia de viagens dirigido às crianças, cujas personagens (os meninos Inês e Pedro, pois claro) fazem um percurso divertido na cidade, aprendendo sobre os morcegos da Biblioteca Joanina, a “Cabra” e outros segredos históricos.

Para além dos lugares clássicos, existem outros programas em Coimbra que as crianças vão gostar particularmente. Inclua-os no roteiro e verá que todos ser divertem.  Palavra de família viajante.

1. Coimbra com crianças

Centro histórico de Coimbra

Conhecer os monumentos de Coimbra é uma oportunidade de ensinar história às crianças. Explorem devagar o centro histórico da cidade, a Baixa e a Alta, expliquem a expressão “quebra costas”, encantem-se com o interior da Sé Velha, da Sé Nova, da Universidade e do Museu Nacional Machado de Castro, revelem o túmulo do primeiro rei de Portugal na Igreja de Santa Cruz. Assistam a um concerto de fado: o Pedro achou muito curiosas as diferenças entre o fado de Lisboa e o fado de Coimbra.

Nós damos todas as dicas para esse roteiro Coimbra: guia completo (com mapa).

No panteão da Igreja de Santa Cruz, para além de D. Afonso Henriques está sepultado o seu filho, D. Sancho I.

Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (Largo Marquês de Pombal) é um dos programas mais interessantes para se fazer com os miúdos na cidade. O bilhete para a Universidade de Coimbra inclui entrada neste que é o mais antigo núcleo museológico português de história natural e instrumentos científicos.

As exposições dividem-se em dois edifícios históricos, fruto a reforma pombalina de 1772: o Laboratório Chimico (que anteriormente tinha sido um Colégio de Jesuítas) e, do outro lado da rua, o Gabinete de Física e a Galeria de História Natural.

No primeiro edifício vai encontrar “Segredos da Matéria e da Luz”, com muitas experiências na área da óptica, e instrumentos antiquíssimos. O mini balão que voa, graças ao ar quente, vai garantir uns uaus! A Galeria de História Natural vai impressionar com os seus espécimes empalhados e (garantidamente) com o esqueleto de baleia, organizados por temas: sala de Vandelli, das Viagens Filosóficas, do Mar, de África, das Avestruzes e de Portugal.

baleia do Museu de Ciências de Coimbra

Jardim Botânico

O Jardim Botânico é lindo, e diferente, em cada uma das estações do ano. De entrada gratuita, faz parte do complexo da Universidade (conheça todos os espaços em Universidade de Coimbra: segredos da academia) e do conjunto classificado como Património Mundial da Humanidade.

Este pulmão no meio da cidade, que se estende da Alta de Coimbra até ao rio Mondego, possui 13 hectares. Uma pequena caminhada permite às crianças aprenderem um pouco sobre botânica. Só no quadrado central encontra 150 canteiros com espécies identificadas: as estufas ficam igualmente neste que é considerado o coração do Jardim.

Com ou sem um objectivo pedagógico, um passeio no Jardim Botânico ou, simplesmente, descansar num dos seus recantos, é um momento agradável para toda a família.

Entrada principal do Jardim Botânico.

Exploratório

O que é e para que serve o ADN? Estimule o questionamento e a exploração científica das crianças no Exploratório, um centro de ciência viva interactivo com 2500 m2, cuja exposição principal é dedicada ao corpo humano.

Localizado no Parque Verde do Mondego, junto ao rio, o Exploratório permite que miúdos e graúdos descubram a ciência de forma leve e divertida. O complexo está organizado em seis espaços temáticos. Um dos espaços mais giros é dedicado ao maravilhoso fenómeno do nascimento: “Sair da Casca” celebra o milagre da vida, através de um simples pintainho.

O Exploratório conta ainda com um  cinema a 360º (Hemispherium) e uma galeria para exposições fotográficas, sempre inspirados na ciência, uma Cabine do Livro Vadio (cabine telefónica transformada em biblioteca) e ainda a encantadora a livraria Faz de Conto.

Portugal dos Pequenitos

Já imaginaram o que será para uma criança explorar “uma cidade” à sua escala? Elas podem fazê-lo no Portugal dos Pequenitos, o parque temático mais antigo do país, inaugurado em 1940.

Situado na margem oposta ao centro histórico de Coimbra (Rossio de Santa Clara), o parque inclui miniaturas dos principais monumentos históricos do país, uma área dedicada à fase dos Descobrimentos (com pavilhões especiais inspirados na Madeira e nos Açores) e outra à arquitectura tradicional de Portugal.

As casinhas típicas são encantadoras e muito apetecíveis para os miúdos. A avaliar pela nossa experiência, poderá ser difícil arrancá-los de lá Portugal dos Pequenitos: mundo liliputiano.

Uma das casinhas típicas do parque Portugal dos Pequenitos.

Parques e espaços verdes

Para além do Jardim Botânico, a cidade de Coimbra possui outros espaços verdes, perfeitos para as crianças correrem, as famílias passearem ou lerem um livro. Atravessando a ponte pedonal Pedro e Inês encontra o Parque Verde do Mondego, nas margens do rio homónimo.

O parque tem cerca de quatro quilómetros de trilhos e ciclovias, bares e restaurantes, parque infantil e de skates, o já mencionado Exploratório. Nos dias mais amenos, encontrará ali pessoas a jogar voleibol de praia (existe um campo de areia) ou a praticar desportos náuticos.

Não muito longe fica ainda a Quinta das Lágrimas, onde a Fonte dos Amores e das Lágrimas denunciam a história de amor de D. Pedro e Inês de Castro. Mas atenção que este é um espaço privado, ou seja, pressupõe o pagamento de bilhete.

recanto da QUinta das Lagrimas
Um dos encantadores recantos da Quinta das Lágrimas.

Um pouco mais desviada, mas igualmente encantadora, fica a Mata Nacional do Choupal, um dos espaços naturais mais bonitos da região, criado para minimizar os estragos provocados pelas cheias do rio. O fado local imortalizou este espaço tranquilo, onde plátanos, choupos, nogueiras-pretas e outras árvores acolhem os passarinhos: “Coimbra do Choupal, Ainda és Capital, do Amor em Portugal, ainda (…)”

Com uma área de 79 hectares, a fazer companhia ao Mondego ao longo de 2 km, no Choupal vai encontrar famílias inteiras a praticarem exercício físico, a passearem os cães, a andarem de bicicleta e a fazerem piqueniques.

2. Programas infantis nos arredores de Coimbra

Conímbriga (Condeixa-a-Velha)

Se há lugar certo para apreciar a força e beleza das construções romanas em Portugal, esse lugar chama-se Conímbriga.  As ruas e ruínas dos edifícios recordam um passado muito distante, mas que nos influencia até hoje: ao nível do Direito, da língua, da cultura e da alimentação.

A cerca de 13 km de Coimbra, Conímbriga tornou-se a próspera capital da província da Lusitânia por volta de 139 a.C. e cresceu bastante no século seguinte, ganhando um fórum, um anfiteatro, as termas e, mais tarde, uma grande basílica. Espreite também o museu, para conhecer os objectos encontrados nas escavações arqueológicas.

Se acha que as crianças ainda não vão apreciar a visita, efabule aquela época dos romanos. Vai ver que tudo ganha vida. Sabiam o país tem muito para conhecer a este nível? Império romano: vestígios em Portugal.

Casa dos Repuxos, em Conímbriga

Museu PO.RO.S (Condeixa-a-Nova)

Continuando a temática da romanização, chegamos ao Museu Multimédia Portugal Romano, mais conhecido como Museu PO.RO.S, a apenas 5 minutos de carro de Conímbriga. Neste espaço multimédia, as crianças conseguem não apenas perceber, mas “viver” o império romano.

Cerca de doze salas levam-nos das origens do império – a sua formação e história, bem como as lendas a ele associadas – até à ocupação da Península Ibérica. O museu PO.RO.S é um excelente exemplo de como o multimédia e a tecnologia são os melhores amigos dos museus, estimulando os sentidos e a imaginação das crianças.

Parque Biológico da Serra da Lousã (Mirando do Corvo)

Se os miúdos gostam de animais, vão adorar esta reserva ecológica na encosta da Serra da Lousã, a cerca de 25 minutos de Coimbra. Evitamos, dentro do possível, programas que explorem os animais ou os usem como atracção turística. Se incluímos o Parque Biológico da Serra da Lousã neste roteiro, é porque desenvolve um bom trabalho de conservação.

O Parque acolhe aves de rapinas irrecuperáveis, isto é, que não podem voltar a viver na Natureza, por terem sofridos acidentes, cativeiro ilegal ou outros.  Os animais estão integrados num ambiente de floresta e têm conseguido reproduzir-se (o caso de um milhafre e de um lince ibérico, mais recentemente).

Durante um longo passeio no parque, entre castanheiros, carvalhos e medronheiros, é possível observar aves de rapina, ursos pardos (actualmente extintos em Portugal), linces, lobos, raposas, javalis, e vários herbívoros como gamos, veados, corços, cabras entre muitos outros animais.

© Parque Biológico da Serra da Lousã

3. Dicas úteis

Como chegar

Coimbra fica entre Lisboa e Porto. Chega-se facilmente à cidade de carro, através da A1: a viagem dura pouco mais de 1 hora desde o Porto e 2h20 desde Lisboa. É possível usar também o comboio (consulte os horários da CP) ou os autocarros da Rede de Expressos. No caso de optar pelo comboio (trem), deverá sair na estação Coimbra B e mudar para um comboio até à estação Coimbra A, que fica mais perto da Baixa da cidade.

Onde se hospedar em Coimbra com crianças

Se procura uma boa localização, poderá considerar o Hotel Astoria (3 estrelas) e o Stay Hotel Coimbra (4 estrelas). Na outra margem do rio, com uma vista belíssima, os JR Studios & Suites I Rius I são uma boa opção para famílias que viajam com crianças. Se viaja para assinalar uma data especial, invista no Solar Antigo Luxury Coimbra ou na Quinta das Lágrimas onde, embora mais longe do centro histórico, será tratado como realeza.

Onde comer

Um espaço muito simpático para comer ao som do fado, expondo as crianças a este estilo de uma maneira informal, é na República da Saudade. A comida é excelente (experimente os filetes de polvo com arroz de tomate) e, apesar do restaurante ficar um pouco afastado do centro, possui parque de estacionamento. Convém fazer reserva prévia.

No centro histórico encontra refeições económicas, caseiras e honestas, na casa de pasto Taberninha (Praça do Comércio) com um menu diário a 10€. O restaurante Green (Coimbra Shopping), indicado para quem sofre de intolerância ao glúten, possui uma divisão envidraçada destinada aos miúdos, com brinquedos, mesas para desenhos, jogos e uma televisão com desenhos animados.

Outro espaço simpático, embora pequeno, é a Casa dos Pregos  na Rua Bernardo Albuquerque. Conhecida pelos pregos de carne, peixe e vegetarianos no bolo do caco madeirense, possui uma parede de ardósia e giz, para os momentos artísticos dos pequenos. E, não se esqueça de conhecer os doces regionais numa Rota dos cafés e doces de Coimbra.

Conhece outros passeios maravilhosos para se fazer com crianças na região de Coimbra? Acrescente nos comentários.

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  BookingÉ onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a Iati seguros (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados

Partilhar
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

13 Comentários

  1. moises

    Adorei o destino. Coimbra na realidade é muito legal com ou sem crianças.

  2. Danielle

    Fiquei tão pouco tempo em Coimbra, uma pena! Quando fui, só visitei a Universidade de Coimbra e suas salas magnificas, como a biblioteca. Não tive tempo para conhecer com calma o centro histórico, o Jardim Botânico e museus.

  3. Murilo Pagani

    Que legal, fiquei impressionado com o tanto de passeio legal para fazer em Coimbra com crianças.
    E o melhor de tudo é que são atrações em que tanto os pequenos, como também os adultos, conseguem se divertir, né?!
    Você acha que três dias é um bom período para passar na cidade?
    Obrigado!

    1. Ruthia

      Um fim-de-semana é o suficiente para conhecer as principais atrações de Coimbra. Mas se quiser incluir alguns desses programas destinados às crianças, pode contar com mais 1 ou 2 dias.

  4. elvira carvalho

    Uma completíssima reportagem.
    Gostei imenso.
    Abraço, saúde e boa semana

  5. Carol

    Os museus de ciências fazem muito sucesso com as crianças, meu filho adora. Quando formos a Coimbra estará em nosso roteiro, valeu!

  6. Olga Samões

    Coimbra será sempre umas das minhas cidades preferidas de Portugal 🇵🇹 recordações da faculdade 😍 e nada como la voltar anos mais tarde na companhia das nossas criança !!!!

    1. Ruthia

      Eu também fiz lá o mestrado,quem estuda em Coimbra fica sempre com esse sentimento nostálgico

  7. Elizabeth Werneck

    Nossa, que cidade linda! Eu já visitei Coimbra, mas foi muito rápido. Adorei e já quero voltar! Obrigada por compartilhar!

  8. roberto caravieri

    Já ouvi dizer que Coimbra é uma cidade muito linda e pacata. Aqui pelo seu texto dá ver que linda ela é demais mesmo. Quero muito conhecer em breve. Um abraço.

  9. Carla Alexandra Fernandes Mota

    Estudei 5 anos em Coimbra e ainda não voltei para revê-la com olhos de turista. Tenho tantas saudades daquela cidade que conheci que até tenho medo de me desiludir em vê-la com outros olhos. Gostei muito de a ver com os teus olhos.

  10. Inês

    Ando com imensa vontade de voltar a Coimbra. Espero que 2021 seja o ano!

  11. Mariazita

    Com ou sem crianças Coimbra é sempre um destino aconselhável.
    Como sou natural da Figueira da Foz é natural que conheça Coimbra relativamente bem.
    Coimbra é, para mim. uma cidade quase mística. Como eu costumo dizer: nasci a ouvir o Fado de Coimbra (que adoro!), e é uma cidade onde nunca me canso de ir.
    A minha gratidão por todas as tuas visitas… e o meu desejo de que tenhas tido uma doce Páscoa.
    Votos de uma semana feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

JPG_1606302493785

Ruthia Portelinha

Viajante, chocólatra, leitora compulsiva, mãe. Está a aprender chinês porque sim.

Posts Populares
Fundador da ABVP
Viagens de uma Vida
Livro viagens de uma vida
Viagem de grupo a Marrocos

7 dias em Marrocos 430 euros
Marrakech até Deserto do Saara
>> Viagem de Grupo Marrocos <<