Portugal prepara-se para o Natal mais bizarro de sempre, graças à segunda vaga de covid-19 que assola a Europa. Com o país em novo estado de emergência, saiba o (pouco) que se salvou da programação natalícia

Portugal enfrenta a segunda vaga da pandemia que impede, ou pelo menos desaconselha, grande parte das actividades natalícias tradicionais. A maioria dos mercados de Natal foi cancelada, tal como aconteceu com outros eventos essenciais na Europa: do gigante Winter Wonderland (Londres), ao famoso Christkindlesmarkt de Nuremberga (Alemanha).

Em Frankfurt, Berlim, Düsseldorf, Colónia e Munique os principais mercados tiveram o mesmo destino. Leia também: Mercados de Natal de Colónia

A criatividade da cidade de Landshut, a 60 km de Munique, que vai organizar um mercado de Natal em formato drive-through, não contagiou os portugueses. O Natal 2020 em Portugal está bastante condicionado e até a Igreja já admitiu que a Missa do Galo poderá não acontecer.

Mas não entremos já em depressão: a maioria das cidades está a investir em iluminação de Natal, para incentivar as compras no comércio tradicional. Vejamos o que está previsto em algumas localidades.

Nota: face às constantes actualizações dos níveis de risco, é possível que os eventos aqui listados sofram alterações.

Natal em Lisboa

Apesar deste ser um ano atípico, já é possível ver luzes de Natal em Lisboa. No Chiado, por exemplo, acenderam a 31 de Outubro, e um dia depois o mesmo aconteceu no Príncipe Real, para incentivar as compras de presentes antecipadas.

Na última semana de Novembro a tradicional árvore de Natal vai alegrar a baixa lisboeta e as ruas estarão todas iluminadas, mas não haverá inauguração oficial. Também não haverá grandes eventos de rua. Por exemplo, o tradicional concerto que junta milhares de pessoas na última noite do ano, no Terreiro do Paço, não vai acontecer.

Árvore de Natal em Lisboa

© C.M. Lisboa

Natalis – cancelada. Apesar de ser tido avançada uma data (27 de Novembro a 1 de Dezembro, na FIL), a assessoria de impresa do mercado Natalis e, em simultâneo, da Diverlandia confirmou-me que o evento não se vai realizar.

Mercado de Natal do Campo Pequeno – cancelado. O Campo Pequeno acolhe, no entanto, o concerto I Am Xmas Gospel, protagonizado pelo coro gospel Saint Dominic’s (o espectáculo passa ainda pelo Coliseu do Porto).

Cascais Christmas Village – mudança de paradigma.Em vez do tradicional e gigante mercado no Parque Marechal Carmona, a organização está a preparar um corso de Natal que vai animar as ruas do concelho. Segundo a organização, haverá um carro trenó, um carro presépio, scooters com soldadinhos de chumbo e outras surpresas. A lógica é, se os portugueses não podem vir ao mercado, o Cascais Christmas Village vai até eles. O itinerário estará em breve disponível no site da Câmara Municipal de Cascais.

Rota das Luzes de Natal – cancelado. A caminhada de 10 km estava prevista para o dia 5 de dezembro (18h30-21h30), para apreciar as melhores iluminações de Natal de Lisboa deverá ficar sem efeito. Isto porque o governo decretou recolher obrigatório para os fins-de-semana, a partir das 13h00.

Restam alguns espectáculos, entre os quais se destaca o concerto de Natal da Lisbon Film Orchestra (5 de Dezembro).

Pistas de gelo

Natal no Sul

Faro está a enfeitar as ruas com iluminação de Natal, mas o orçamento que costumava ser usado noutras actividades natalícias será aplicado para apoiar o comércio local, nomeadamente com sorteios de vouchers. Na passagem de ano, e embora se preveja que as 12 badaladas sejam assinaladas com fogo-de-artifício, outros eventos como espectáculos ou concertos foram cancelados.

A cidade de Lagos também vai apostar apenas em iluminação no centro da cidade, concurso de montras e alguns espectáculos (musical infantil O Sonho do Ernesto, espectáculo Sonhar a dançar e concerto Jingle all the Way, com Ana Laíns e Orquestra de Jazz do Algarve) no Centro Cultural.

Natal no Centro de Portugal

Em Leiria já há iluminação de Natal, tanto no centro da cidade como na Praia do Pedrógão. Para além disso, a autarquia preparou um programa de animação natalícia, que se prolonga até 3 de Janeiro com um novo formato, adaptado às contingências da pandemia, ou seja, sem pista de gelo, carrossel ou animações de rua.

Em alternativa, a cidade quer reforçar as actividades solidárias e de apoio ao comércio local. Por exemplo, a maioria dos espectáculos a realizar nos espaços culturais terá entrada livre: o público é convidado a oferecer bens alimentares ou outros, que serão encaminhados para famílias com dificuldades económicas.

Perlim

O Perlim foi um dos muitos eventos natalícios cancelados.

Óbidos Vila Natal – cancelado

Penela Presépio – cancelado

Perlim (Santa Maria da Feira) – cancelado

Em Coimbra toda a programação de Natal foi igualmente cancelada, para evitar a aglomeração de pessoas, nomeadamente o mercado de Natal, a pista de gelo, e o concerto de inauguração da iluminação de Natal. Já a iluminação natalícia (a partir de 27 de Novembro) será reforçada, chegando a mais nove locais da cidade.

Águeda foi uma das primeiras cidades portuguesas a inaugurar as decorações de Natal, numa tentativa de estimular o comércio no centro da cidade.

Natal no Norte do país

Muitas cidades no Norte de Portugal já estão iluminadas e prontas para receberem quem quer antecipar as compras de Natal: é o caso de Viana do Castelo e Famalicão. Já o famoso Presépio de Priscos (Braga) foi cancelado, assim como Guimarães Cidade Natal.

Esta quadra será muito diferente no Porto em 2020, desde logo porque não haverá a imponente árvore de Natal na Avenida dos Aliados, em frente ao edifício da Câmara Municipal. A magia ficará entregue às montras (com o já habitual concurso de montras de Natal) e à iluminação das ruas, entre 28 de Novembro e 11 de Janeiro.

A restante programação natalícia – dos concertos, às pistas de gelo, teatro de rua e contos infantis – e o tradicional fogo-de-artifício da passagem de ano foram igualmente suspensos devido à pandemia.

Árvore de Natal no Porto

© C.M. Porto

O Porto Christmas Village, que se realiza habitualmente na Alfândega do Porto, não se realiza, mas o espaço vai receber O Fabuloso Circo de Natal (19 de Novembro a 10 de Janeiro). Narrado por Nuno Markl, o espectáculo imersivo foi concebido pela mesma equipa por trás de outro evento, sobre o qual escrevi há pouco tempo: Porto Legends – segredos da Invicta.

Como habitualmente, a programação da Casa da Música inclui um ciclo de Música para o Natal. Entre outros espectáculos, destacam-se ainda três concertos à luz das velas (o primeiro acontece a 9 de Dezembro), no majestoso Ateneu Comercial do Porto, onde um quarteto de cordas juntará o melhor da música clássica aos temas de Natal.

Mercados de artesanato (Matosinhos e V. N. de Gaia) – estas feirinhas foram planeadas para cumprir as regras de segurança e higiene impostas pela pandemia, pelo que há um percurso definido para os visitantes. A feira de Natal de Gaia acontecerá no novo espaço dedicado ao vinho (WOW – World of Wine), que contará com uma árvore de 13 metros, espectáculos de videomapping e outras surpresas.

A vossa cidade tem uma actividade natalícia agendada? Acrescentem nos comentários, para benefício de todos. E mantenham-se seguros, na quadra festiva que se aproxima. Afinal, o Natal de 2020 em Portugal será estranho, mas não será o último. Em 2021 vamos festejar em dobro.

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  Booking. É onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a Iati seguros (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados