Londres com crianças

Visitar Londres é sempre uma surpreendente mistura de tradição e modernidade. Se vai explorar a capital inglesa com miúdos, leia as nossas sugestões para transformar a viagem numa aventura

Londres é um destino cultural vibrante. Prédios históricos surgem ao lado de arquitectura arrojada, grandes produções musicais concorrem com muitos e talentosos espectáculos de rua, há imensos museus com entrada gratuita.

Evidentemente, numa primeira visita, é obrigatório conhecer pontos turísticos tradicionais como o trio Big Ben, Casas do Parlamento e Abadia de Westminster (palco de muitos casamentos da realeza britânica), o Palácio de Buckingham ou a Catedral de St. Paul, e explorar bairros descontraídos como Covent Garden ou Chinatown.

Mas para além destes programas típicos, há muito para fazer em família. Se pretende um roteiro em Londres mais orientado para as crianças, vale muito a pena considerar os passeios abaixo, com o aval do pequeno explorador. Para entrarem no espírito londrino, que tal apresentar-lhes as histórias do ursinho Paddington (para os mais pequenos), do Harry Potter ou mesmo do Oliver Twist?

A capital inglesa é super child friendly, com menus infantis na maioria dos restaurantes, lugares reservados para carrinhos de bebé nos transportes públicos, várias estações de metro com acessibilidade total e museus com actividades específicas para os mais novos.

Vale a pena lembrar que os transportes públicos são gratuitos para crianças até aos 11 anos, desde que acompanhadas de um adulto, e que os adolescentes até aos 15 anos beneficiam de descontos até 50%, com o Oyster Zip Photocard.

Dica: no contexto pós-Brexit, os residentes na União Europeia apenas precisam apresentar o cartão do cidadão para entrar no país, até Setembro de 2021. A partir dessa data, será exigido o passaporte (antes da viagem, consulte o site gov.uk).

Acrescentamos outros detalhes práticos no final do artigo, bem como links para os sites oficiais ao longo do artigo (consulte-os para obter informação actualizada sobre preços e horários). Porque é hora de explorar a terra da rainha e de Shakespeare, da Mary Poppins e do ursinho Paddington, dos autocarros de dois andares e das cabines telefónicas vermelhas, do 5 o’clock tea e do fish and chips.

Museu de História Natural

Começamos a aventura em Londres no maravilhoso Museu de História Natural, onde um esqueleto de Diplodocus dá as boas-vindas aos visitantes.

Os fósseis dos dinossauros chegariam para fazer qualquer criança feliz, mas o museu tem ainda uma ala dedicada aos grandes mamíferos, com réplicas em tamanho real (a baleia parece um avião), o corte de uma sequoia gigante (com 27 metros de diâmetro), espécimes da colecção de Charles Darwin, entre muitas outras coisas interessantes.

Ao todo, são cerca de 70 milhões de itens, catalogados em cinco grandes grupos: Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia e Zoologia. O Pedrinho vibrou com a secção dedicada aos vulcões e o simulador de terremotos num supermercado do Japão. Eu adorei o edifício!

Dica: o restaurante T-Rex Grill – com decoração a condizer – é uma boa opção para o almoço dos miúdos, ainda que as opções sejam sobretudo fast food.

Entrada no Museu de História Natural: gratuita para a colecção permanente | Estação de metro: South Kensington 

Mesmo ao lado existe outro museu fantástico para levar os miúdos: o Museu da Ciência, com áreas exclusivas para várias idades, onde podem fazer experiências. A área dos astronautas, foguetes e afins, é habitualmente uma das preferidas da garotada.

Muitos outros espaços museológicos proporcionam actividades específicas para as crianças como mapas de tesouro ou rotas com perguntas, simples ou divertidas, que podem preencher durante a visita.

London Eye

Eu acho que o bilhete é caro para uma experiência de 30 minutos, mas a verdade é que a roda gigante recebe mais turistas por ano do que o Taj Mahal. Os miúdos adoram a roda que nunca pára completamente e de onde a cidade se vai desvendando, até tudo parecer um mundo em miniatura.

Sem surpresas, o pequeno explorador adorou o London Eye, não tanto pela paisagem, mas por causa dos painéis interactivos com informação sobre vários pontos da capital. Por exemplo, ficámos a saber que o estádio de Wembley tem 2.618 casas de banho, mais do que qualquer outro recinto do mundo. O filme 4D também foi memorável, segundo o Pedro.

Existe ainda a possibilidade de reservar uma cápsula privada, o que será interessante para uma ocasião especial. Parece que são comuns os pedidos de casamento!

Bilhetes: crianças de até 3 anos não pagam (mas precisam de bilhete) e até aos 15 anos têm descontos. Consulte os valores aqui, sabendo que é sempre mais barato comprar online | Estação de metro: Waterloo

Shrek‘s Adventure

A dois minutos do London Eye, o Shrek’s Adventure é um programa imersivo e interativo, onde as crianças podem viver aventuras únicas com o ogre verde e companhia. O percurso começa com uma experiência 4D – uma viagem mágica num autocarro voador conduzido pelo Burro até Far Far Away.

Nessa terra distante, os miúdos vão conhecer pessoalmente o Gato de Botas e a Fiona, salvar o Pinóquio da roda da tortura e partilhar sonoras gargalhadas com o Burro. Ao longo do caminho, terão que recolher pistas e ingredientes especiais para conseguirem encontrar o Shrek e voltarem a casa.

Durante cerca de 75 minutos, os visitantes vêem, ouvem, tocam e cheiram esta universo de histórias cheias de efeitos especiais, assistem a apresentações ao vivo e viajam também a Madagáscar e ao Vale da Paz.

Horário de funcionamento:  das 10h às 18h. | Estação de metro: Waterloo ou Westminster

Chá das Cinco

O 5 o’clock tea é uma instituição britânica, desde que a portuguesa D. Catarina levou o hábito para a corte britânica. Tomar um chá da tarde em Londres é mergulhar nessa tradição secular que começa, como um ritual, com pequenas sanduíches com queijo creme e pepino, e depois segue com scones quentinhos e delicados doces.

Tudo isto é acompanhado com uma chávena de chá, na porcelana mais fina (Earl Grey com umas gotas de leite para mim, sumo de laranja para o Pedrinho). Há lugares muito requintados, como o Ritz, que proporcionam um chá da tarde maravilhoso, com direito a champanhe e tudo.

Mas se não tem disposição, ou orçamento, para isso, existem outras opções mais em conta. É o caso do restaurante Orangery que, no Verão, serve o chá na varanda, com vista para os elegantes jardins do Palácio de Kensington. Nós vivemos uma experiência ainda mais inusitada, com um vintage afternoon tea num autocarro londrino: Tea Bus Tour em Londres.

Torre de Londres com crianças

A Torre de Londres é mais do que o lugar onde se guardam as jóias da coroa britânica, ainda que, só por esse facto, mereça uma vista. É um sítio histórico e património mundial da Humanidade. É também o lugar para conhecer os Yeomen Warders, os guardas cerimoniais da coroa britânica, mais conhecidos por “beefeaters”.

Pode ser difícil manter uma criança interessada durante a visita guiada, se ainda não dominar o inglês, mas o kit infantil, com um mapa para procurar as feras reais, é um pequeno tesouro. Durante centenas de anos, a Torre foi acolhendo todos os animais que ofereciam aos reis ingleses: leões, um urso polar, um elefante africano, linces, tigres, lobos, águias, macacos, ursos pardos…

O pequeno explorador ainda fala entusiasmado da Torre de Londres e ostenta o seu crachá “I escaped from the tower“, por causa desta caça ao tesouro zoolófica! Saiba mais sobre a visita em Torre de Londres: de visita às jóias da coroa

Site da Torre de Londres: aqui | Estação de metro: Tower Hill/Tower Gateway

As feras da Torre de Londres
Uma das feras da Torre de Londres. Ou serão duas?

Dica: ao lado fica a icónica ponte sobre o rio Tamisa, a Tower Bridge, cujo tabuleiro inferior se pode levantar, caso algum barco de maiores dimensões queira passar.

Madame Tussauds

Se há lugar certo para visitar um museu de cera, esse lugar é Londres, mais precisamente em Marylebone, perto da Baker Street (casa do analítico Sherlock Holmes). O famoso Museu da Cera conhecido como Madame Tussauds exibe estátuas de cera em tamanho real de actores de cinema e outros famosos da música, das artes, da ciência, do desporto, da política e, claro, da realeza local.

As suas personagens são de um realismo impressionante e rendem momentos muito divertidos em família. Sim, porque os adultos divertem-se tanto quanto as crianças, a ensaiar conversas imaginárias com estrelas de rock.

O grupo que administra o Museu de Cera também é responsável pelo London Eye e pelo aquário da cidade, pelo que é possível (e até recomendável, já que fica mais económico) comprar bilhetes combinados. O bilhete Museu+London Eye permite poupar cerca de 15£ por adulto, por exemplo.

Site do Museu: aqui | Estação de metro: Baker Street,  Marylebone  e Regents Park

© Wikimedia Commons 

M&M’s World e Hamley’s

Bem perto da Leicester Square e dos principais cinemas de Londres, fica a gigante loja da M&Ms, com quatro andares e a maior parede de chocolate do mundo, com mais de 100 opções de M&Ms para escolher.

Para além dos chocolates (controle-se!), a loja tem merchandising divertido e decoração temática, como uma réplica do autocarro londrino, um M&M versão soldado britânico ou M&M-Beatles na Abbey Road. Já imaginou oferecer M&Ms com o seu rosto impresso?

Outra loja que merece uma visita com os miúdos é a secular Hamley’s, na Regent Street, uma das maiores e mais antigas lojas de brinquedos do mundo. São sete andares de bonecos e peluches, jogos eletrónicos e de tabuleiro, assim como secções especiais dedicadas à Playmobil, Hello Kitty e Lego (com esculturas incríveis).

Num caso como noutro, aposto que o problema vai ser arrancar os miúdos da loja.

Estações de metro: Piccadilly Circus, West End e Leicester Square (para chegar à M&M World); Oxford Circus, Piccadilly Circus ou Tottenham Court Road (para chegar à Hamley’s).

Espectáculo de dança na Leicester Square.

Musicais e espectáculos de rua

Os londrinos adoram o ambiente cultural da sua cidade e com razão. A região de West End concentra muitos teatros, com grandes musicais e espectáculos que se mantêm em cartaz durante bastante tempo e têm sessões de matiné, ideais para as crianças mais pequenas.

The Lion King e ou Wicked (inspirado no Feiticeiro de Oz) são alguns clássicos que poderão agradar a toda a família. O site oficial do Visit London ou do London.Theatre permitem saber dos shows em cartaz, por altura da sua visita. Existe ainda uma app muito usada pelos londrinos, chamada TimeOut, que pode ser útil.

Se um grande musical não cabe no seu orçamento de viagem, saiba que em Londres existem espectáculos para vários bolsos, para além de imensos concertos de rua nas principais praças da cidade: Piccadily Circus, Leicester Square, junto ao mercado de Covent Garden, etc.

Parques infantis e espaços verdes

Londres tem vários parques e áreas verdes, que permitem fugir do bulício por alguns momentos, fazer um piquenique, deixar os miúdos procurarem esquilos e correrem até se cansarem. Só os parques reais são oito, cada um mais bonito que o outro.

O Hyde Park é o pulmão da capital e um lugar perfeito para andar de bicicleta ou passear no lago Serpentine, num barco a remos. O Serpentine Bar & Kitchen tem boas opções para um lanche ou almoço e, se os miúdos se aborrecerem, pode ficar a vê-los a alimentarem patos. No Verão, é possível alugar cadeiras de praia em vários pontos do parque ou assistir a concertos.

Na parte oeste do Hyde Park, conhecida como Kensington Gardens, existe um parque infantil gigante inspirado no Peter Pan (divirtam-se à procura da estátua), que inclui uma área reservada a crianças até aos 3 anos com brinquedos menos radicais. Conte também com mesinhas para lanches, casas de banho e até uma enfermaria.

Já no Regent’s Park é possível apreciar lindas flores na Avenue Gardens ou brincar no parque infantil Marylebone Green Playground, que inclui um tanque de areia. Um dos segredos mais bonitos do parque é a pequena ilha de inspiração japonesa, no centro de um lago.

Render da guarda

A troca da guarda é um cliché que as crianças adoram. A chatice é a espera e a multidão, que se junta sobretudo em frente ao Palácio de Buckingham. Perto do St. James’s Palace encontra um local mais sossegado para famílias assistirem e fotografarem a cerimónia.

Os guardas que protegem a família real e os palácios desde 1660 chegam a pé, com os seus famosos chapéus de pele de urso e as túnicas vermelhas. A cerimónia é animada por uma banda militar completa, que toca uma selecção musical que vai de marchas tradicionais a canções pop.

Se estiver em Londres entre Julho e Outubro, aproveite para agendar ainda uma visita ao Palácio de Buckingham, onde “mora uma rainha de verdade”. Mas saiba que os Royal Mews, os estábulos reais, estão abertos durante todo o ano. Ali, as crianças poderão ver os cavalos e as carruagens usadas pela rainha e outros membros da família real.

Estação de metro: Victoria e St. Jame’s Park ficam mais perto dos estábulos reais. Para o palácio, pode ainda sair nas estações de Hyde Park Corner ou Green Park. Os autocarros 11, 211, C1 e C10 param na Buckingham Palace Road.

Render da guarda junto ao Palácio de Buckingham.

Roteiro Harry Potter

Se os miúdos já têm idade para conhecerem o famoso bruxo, poderá valer a pena dar um saltinho à estação de comboio King’s Cross. Ali fica a tão fotografada réplica da Plataforma 9 ¾, onde Harry Potter e os amigos embarcam para a escola de Hogwarts. Ao lado da plataforma encontra uma loja com merchandising relacionado com a saga.

Os Estúdios Warner Bros, onde os filmes foram gravados, são outro programa imperdível para os fãs. Ali é possível conhecer os cenários, figurinos e objectos usados nas filmagens, como um exemplar da super vassoura Nimbus 2000. O programa que dura cerca de 3 horas e termina, sem surpresas, na loja de souvenirs!

Para chegar aos estúdios, deve apanhar o comboio expresso (trem) na estação Euston, em direcção a Watford Junction, sendo que o Oyster card é válido para este percurso que demora cerca de 20 minutos. Em Watford Junction encontrará o shuttle, um autocarro temático que leva os visitantes até à entrada, e que pode ser usado apenas por quem já tem bilhete para os estúdios.

O blog Londres para principiantes tem um artigo detalhado sobre o Estúdio Harry Potter em Londres.

Site dos Estúdios Warner Bros aqui | Os bilhetes apenas são vendidos online, com dia e hora marcados.

© Legoland

Outras Atracções Infantis

Nos arredores de Londres existem dois parques de diversões interessantes para as crianças, dependendo da idade. Os mais novos poderão ficar encantados com o  Pepa Pig World, a cerca de 2 horas da capital. Não é muito conveniente usar transportes públicos para lá chegar (obrigam a apanhar um táxi), a melhor opção será alugar carro ou usar o Peppa Pig Bus, que funciona entre Abril e Outubro e cujos bilhetes incluem a entrada no parque.

As crianças mais velhas, até aos 13 anos, poderão apreciar o Legoland em Windsor. O parque tem 11 áreas, com carrosséis, montanha-russa e espectáculos. A exposição inclui um pavilhão Lego Star Wars (o meu pequeno explorador adora) onde existem várias cenas dos filmes representadas em construções de Lego.

Encontra detalhes sobre a rota de carro e links para as empresas que operam os serviços de comboio (partida de Paddington ou Waterloo) e autocarro (partida de Victoria) no site da Legoland. Na maioria das estações, é possível comprar pacotes com desconto que incluem passagem de comboio/autocarro, shuttle e entrada no parque.

Dicas úteis

Hospedagem em Londres com crianças

Como se sabe, a hospedagem em Londres é cara, sobretudo no centro da capital. Espreite os hotéis Travelodge, uma rede budget com várias opções na cidade, que têm quartos familiares e pequeno-almoço gratuito para menores de 16 anos.

Muitas famílias preferem apartamentos a hotéis, durante a estadia em Londres, por causa da possibilidade de prepararem algumas refeições.

Comer em Londres com crianças

A maioria dos pubs e restaurantes de Londres têm menu infantil e, em vários deles, algum tipo de actividade recreativa, como caderno de actividades ou desenhos para colorir. Existem também opções com decoração especial, como a selva do Rainforest Café (Piccadily Circus) ou actividades como  bowling (All Stars Lane, existem uns 4 restaurantes na cidade) e ping-pong (Bounce em dois locais).

Para comer o tradicional fish & chips, recomendo o Poppies (Camden, Spitalfields e Soho) ou a rede de restaurantes familiares Giraffe (em vários pontos da cidade).

Em Londres, há que experimentar um típico “english breakfast”.

Para crianças que adoram pratos italianos, recomendo a rede de pizzarias Franco Manca, com massa artesanal e pizza feita em forno a lenha, o Spaghetti House com várias opções de massas ou a cadeia Bella Italia.

Alguns restaurantes do chef Gordon Ramsay têm uma promoção de refeições gratuitas para crianças até aos 12 anos, se acompanhadas de adultos pagantes, e um menu infantil seleccionado pela filha Tilly. Recomenda-se reserva de mesa com antecedência.

Por fim, no número 16 do Royal Opera Arcade (a 2 minutos de Piccadilly Circus), encontra o Sandwich Centre da portuguesa D. Alice, com opções pequeno-almoço inglês, lasanha, sanduíches e saladas, para além de um café expresso decente.

Tem mais passeios para recomendar em Londres com crianças? Acrescente nos comentários.

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  BookingÉ onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a Iati seguros (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados

Partilhar
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

11 Comentários

  1. Itamar

    Que demais, quantas opções incríveis. Sem duvida a cidade de Londres possui atrativos maravilhosos para visita com crianças. Achei interessante o fato da cidade ser adaptada pra crianças, como no caso de lugares reservados para carrinhos de bebé nos transportes públicos e passagem gratuita para os pequenos. Muito legal.

    1. Ruthia

      Cidade civilizada, né? Muitas outras podiam seguir esse exemplo

  2. elvira carvalho

    As opções são muitas e boas. Haja saúde, dinheiro e vontade de o fazer.
    abraço e saúde

  3. Diego

    Acho que esses passeios não são apenas para crianças não hahah. Fiz vários dessa lista, quase todos e adorei hahaha. A criança que habita em mim adorou. Com certeza ótimos passeios em Londres.

    1. Ruthia

      Eu também me divirto sempre muito com os programas mais infantis.

  4. Murilo Pagani

    Eu sempre tive a sensação de que uma viagem a Londres não seria o ideal para fazer com crianças. (Não me pergunte o porquê, apenas uma impressão mesmo! hahahaha). Mas tô vendo que tem muitos pontos turísticos para os pequenos!

    Bom saber que dá para organizar um roteiro em família onde todo mundo se diverte!

    Adorei as dicas!

    1. Ruthia

      Uma viagem deve ser feliz para toda a família, né? O ideal é encontrar um equilíbrio e conseguir momentos, locais e passeios que agradem a todos os membros

  5. Mariana

    Poxa, não sou criança mas amei o roteiro! O Museu de História Natural, Harry Potter e o Chá da Tarde com certeza entrariam em uma próxima viagem a Londres. Acho que Londres é mesmo uma cidade para todo mundo, né? Impossível ficar entediado por ali!

    1. Ruthia

      Lá diz o ditado, quem está farto de Londres, está farto da vida. Qualquer coisa assim

  6. Suriàn

    Adorei a lista de lugares para conhecer em Londres. Eu não tenho filhos, mas faria todos os passeios (tenho uma criança dentro de mim) hahah

    1. Ruthia

      Se eu não levasse uma criança, tiraria alguns desses programas do roteiro, claro (por exemplo o Shrek’s Adventure). Mas a grande maioria dos passeios são agradáveis em qualquer idade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

JPG_1606302493785

Ruthia Portelinha

Viajante, chocólatra, leitora compulsiva, mãe. Está a aprender chinês porque sim.

Posts Populares
Fundador da ABVP
Viagens de uma Vida
Livro viagens de uma vida
Viagem de grupo a Marrocos

7 dias em Marrocos 430 euros
Marrakech até Deserto do Saara
>> Viagem de Grupo Marrocos <<