Viajar com crianças é sempre uma aventura. Para além de ser uma forma maravilhosa de educar, o seu deslumbramento perante o mundo torna tudo mais luminoso, não acham? Descubram connosco programas divertidos para fazer no Porto com crianças

Obviamente, quem leva crianças a “tiracolo” viaja de forma diferente. A logística é diferente, o ritmo também. Feitas as adaptações necessárias ao roteiro, é tempo de colher as recompensas: sorrisos, aprendizagem e memórias em família.

Em plena série “Porto”, é tempo de descobrir o que a cidade invicta tem para oferecer aos mais novos. Com a ajuda do Pedro, o nosso pequeno explorador, que está cada vez mais opinativo acerca dos lugares que visitamos. E a nossa primeira paragem é no

PLANETÁRIO

“Acreditam em fantasmas? E se lhes dissermos que existe algo que não podemos ver, sentir ou tocar! Não emite, nem reflecte luz, mas está por todo o lado!” A nova sessão do Planetário chama-se O fantasma do Universo (versão portuguesa com a voz inconfundível do Eduardo Rego) e explora a emocionante história da descoberta da matéria escura.

Sim, parece que o Universo tem um lado escuro que, apesar de invisível, é bem real. Há centenas de cientistas a fazerem experiências em todo o mundo, em busca da origem desta matéria misteriosa, nomeadamente no CERN, para grande entusiasmo do Pedro que já esteve lá à porta (recordem a visita ao sul da Suíça aqui).

Antes do filme, o técnico fez uma introdução ao espaço, às constelações, ao tipo de telescópios que se usam actualmente. E as cadeiras são super confortáveis (acho que fiz uma pequena sesta durante a sessão, não contem a ninguém).

Dica: os brinquedos da Science4u trazem vouchers com descontos para todos os centros de ciência viva, incluindo o Planetário do Porto.

Planetário aqui | Horário: seg-sex 9h30-18h00, sáb-dom e feriados 15h00-18h00 | Bilhete: 5€ (adulto), 3€ (3-5 anos), 3,5€ (6-12 anos), 12€ (famílias com 2 adultos e filhos até aos 17 anos)

 

museu do carro eléctrico

 

MUSEU DO CARRO ELÉCTRICO

Não chegámos de eléctrico, mas bem podíamos tê-lo feito, pois os carros ainda passam em frente da antiga Central Termoeléctrica de Massarelos onde, durante várias décadas, se produzia a energia que alimentava a rede eléctrica de transportes da cidade.

Sabiam que o primeiro transporte sobre carris do Porto era puxado por cavalos? Os primeiros carros deste género (1872), americanos, estão ali, lado a lado com outros mais modernos. Alguns tinham afixado o preço dos vidros porque, imaginem, discussões estalavam frequentemente, por causa do cheiro do peixe que as vendedoras transportavam nos eléctricos, e às vezes a zaragata ia a extremos de partir os vidros…

Para além da colecção de veículos que revolucionaram a vida na invicta – é mais de um século de história – é possível visitar a sala das máquinas da central termoeléctrica. Será que os miúdos gostam desta viagem ao passado? O Pedro adorou os eléctricos (carinhosamente chamados de bondinhos pelos brasileiros) embora ele adore tudo o que seja máquinas, não é verdade?

Museu do Carro Eléctrico aqui | Horário: seg. 14h-18h, ter-dom 10h-18h |Bilhete: 8€ (adulto), 4€ (criança a partir dos 6 anos) | Descontos para famílias, portadores de assinaturas Andante ou STCP, título de CE 24 horas válido, Porto Card e Porto 3em1.

 

as crianças adoram os jardins do palácio de Cristal

 

JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL

A cinco minutos do museu do carro eléctrico fica um dos jardins mais bonitos do Porto, com muito espaço para a criançada correr. Já se sabe que o Palácio de Cristal desapareceu. Ficou o nome e os jardins românticos, desenhados pelo paisagista alemão Emílio David há mais de 150 anos. Um espaço encantador com camélias, tílias, castanheiros-da-índia e araucárias entre fontes, estátuas e plantas aromáticas. As crianças entretêm-se com os pavões e galos, enquanto os adultos sossegam com a vista sobre o rio/mar.

Ali fica também a Biblioteca Almeida Garrett, com sessões infantis aos sábados. Por estes dias, Fevereiro e Março de 2018, as crianças podem ver e ouvir A Ovelhinha que veio para o jantar (inscrições aqui), a história sobre uma amizade improvável entre um lobo velho e uma ovelha.

Biblioteca Almeida Garrett aqui| Entrada livre

 

Inclua o World of Discoveries quando visitar o Porto com crianças

 

WORLD OF DISCOVERIES

Com a muralha fernandina a espreitar lá no alto, o World of Discoveries fica em Miragaia, onde, em plenos século XIV e XV, ficava o segundo estaleiro mais importante do reino. Dali bem perto partiu grande parte da armada que conquistou Ceuta, dando início a essa grande epopeia que toda a gente conhece como Descobrimentos.

Museu e parque temático, o espaço permite mergulhar, de uma forma lúdica, na época em que destemidos aventureiros deram novos mundos ao mundo. Os monitores vestidos a rigor (com sorte encontram por lá o Infante D. Henrique) conduziram a visita nas salas iniciais, bastante interactivas, com destaque para a sala que recria o interior de um barco.

Mas os miúdos acham piada sobretudo à viagem de barco, que nos leva pelos mares, enfrentando o Adamastor, para chegar a terras longínquas, com cenários muito realistas. Apenas um reparo: devia haver bilhetes familiares, para uma família numerosa, torna-se uma visita dispendiosa.

World of Discoveries aqui | Horário: seg-sex 10h-18h, sáb-dom e feriados 10h-19h | Bilhete: 14€ (adulto), 8€ (criança a partir dos 4 anos) | Dica: os bilhetes são mais baratos se comprados online

 

Museu da Marioneta

 

MUSEU DAS MARIONETAS

Entrámos no museu, pequenino, ali semi-escondido na Rua de Belomonte, e sentimo-nos qual Alice a entrar num país de maravilhas, estranho e encantador. Um mundo de estórias, contadas com marionetas de todos os tamanhos. Algumas delas já são nossas velhas conhecidas… lembram-se dos Amigos do Gaspar, que passava na RTP há um zilião de anos? É a foto de entrada do post. Caramba, estou velha.

Todos os cenários e bonecos do espectáculo “Miséria” estão igualmente ali numa espécie de homenagem ao seu criador, João Paulo Seara Cardoso, que apresentou sozinho este espectáculo em todo o mundo durante 23 anos e em cinco idiomas. Também o Lobo Diogo e o Mosquito Valentim, depois de anos a contracenarem juntos, abandonaram a luta e repousam pacificamente, lado a lado.

No primeiro sábado de cada mês, há visitas guiadas por um dos artistas da Companhia de Marionetas do Porto, cujo repertório abrange tanto o público infantil como o público adulto.

Museu das Marionetas aqui | Horário: seg-dom 11h00-13h00, 14h00-18h00 | Bilhete: 2€ (visita livre), 3,5€ (visita guiada)

 

A Vida Portuguesa tem muitos brinquedos antigos

“A VIDA PORTUGUESA”

No primeiro post dedicado ao Porto falei-vos da preciosidade que é a loja vintage A Vida Portuguesa com marcas antigas, artigos de perfumaria, faiança, fisgas e piões de madeira, marmelada, mel e tudo o mais que se possa imaginar com uma única regra – ser 100% português.

Se pode ser um espaço nostálgico para os mais velhos, é um lugar de deslumbramento para as crianças, que pasmam perante alguns brinquedos tradicionais. Se alguns ainda são conhecidos –  o Pedrinho tem uma fisga, um pião e recentemente ganhou um rapa-tira-põe-deixa – outros brinquedos bem que podiam ter saído de outro planeta. Uma gaiola para grilos? Mas onde é que os grilos vivem?

Nota: há muitos outros programas dirigidos ao público infantil no Porto, sendo certo que evitamos sempre jardins zoológicos e outros lugares onde os animais estejam confinados, que também existem na região. Deixem as vossas sugestões nos comentários!

Planeie a sua próxima viagem

Faça as suas reservas através dos links parceiros. Não paga nem mais um cêntimo e para mim faz toda a diferença

  • Encontre os melhores hotéis no  Booking. É onde eu faço as minhas reservas
  • Se precisa de transporte próprio, alugue um carro com a Rentalcars 
  • Reserve os seus bilhetes para monumentos e tours, evitando filas, usando o Get your Guide 
  • Faça um seguro de viagem com a Iati seguros (beneficia de 5% de desconto com este link).

Este post pode conter links de afiliados